Filho destrói fotos eróticas e mãe o processa

07/09/2010 11:22

Uma mulher alemã está processando uma agência de adoção depois que seu filho adotivo estragou fotos suas nua ao masturbar-se sobre elas. As fotos estavam avaliadas em 35 mil libras, de acordo com o Metro.

Marietta Anton, 50 anos, que agora vive em Algarve, em Portugal, tinha 25 anos quando foi fotografada por Sigmar Polke, seu namorado na época. Depois que os dois se separaram, Polke tornou-se um artista renomado e as suas fotos passaram a valer milhares de libras.

Mehmet, 15 anos, filho adotivo de Marietta, encontrou as fotos antigas, achando que seria uma coleção de pornografia escondida. O garoto não percebeu que as fotos eram de sua mãe.

Apesar do esforço de especialistas, as fotografias ficaram extremamente danificadas e foram compradas por apenas 8 mil libras em um leião.

Marietta agora está processando a empresa que fez a adoção de Mehmet, há dois anos. A mulher pede a diferença do valor das fotografias. Um tribunal de Bonn, na Alemanha, vai decidir o caso dia 29 de dezembro.

 

Sigmar Polke morreu de câncer em 11 de junho de 2010 aos 69 anos de idade. Um dos principais artistas plásticos contemporâneos, com obras avaliadas em milhares de euros, ele era avesso à mídia e pouco aparecia em público.

 

12 de dezembro de 2006 • 12h11 • atualizado às 13h59
FONTE ORIGINAL: Notícias Terra